sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

LEI MARIA DA PENHA - PRA QUÊ?

Lembram daquele juiz mineiro que disse que a Lei Maria da Penha é anticonstitucional, injusta, etc, e que o mundo é e deve continuar masculino? Pois é, havia sido afastado do cargo por dois anos. Aí reclamou, se disse vitimado pela opinião de seus pares, e que sofreu uma baixa nos seus vencimentos, vencimentos estes, na maior parte, pagos por nós mulheres.
Ocorre que o Ministro Marco Aurélio concordou que ele volte às atividades em defesa da liberdade de expressão, ou seja, ele pode atacar a Lei Maria da Penha, e daí?
Eu penso que uma coisa sou eu, por exemplo, expressar minha opinião livremente, desde que ela não prejudique a vida de ninguém. Outra coisa é um juiz deliberar sobre a vida de outras pessoas com base na sua opinião, principalmente, quando se refere a uma Lei, e quando expressa seu preconceito e discriminação contra as mulheres de forma clara e abusiva.
Que país é este? Ainda mais agora que temos uma presidente mulher?

2 comentários:

  1. Pra que serve uma lei?

    ResponderExcluir
  2. Pois é, sempre que acontece uma coisa como essa eu caio na tentação de achar que nada vale a pena; de que adianta termos conquistado uma lei se ela não é respeitada, se pode ser vilipendiada, não cumprida, ridicularizada, enfim...Mas respiro fundo e penso que precisamos resistir. Há de chegar o dia em que o Supremo seja, de fato, supremo, que esteja acima de todos os outros interesses que não os da Lei e da Justiça; que esses "pares" se desfaçam, que não exerçam esse poder de gozar na cara de quem lhes paga os salários, garantias e vantagens. A Lei serve para nos garantir o respeito aos nossos direitos, e deve ser seguida por todos e todas, apesar de todos e todas.

    ResponderExcluir

E aí, o que é que vc achou disso?